Autores
Afonso Cruz



///

Ana Margarida Falcão



///

Barry Wallenstein



///

Eduardo Pitta



///

Fernando Pinto do Amaral



///

Francesco Benozzo



///

Francisco José Viegas



///

Graça Alves



///

Inês Pedrosa



///

Jaime Rocha



///

João Carlos Abreu



///

Joel Neto



///

José Manuel Fajardo



///

José Mário Silva



///

Júlio Magalhães



///

Karla Suárez



///

Manuela Ribeiro



///

Patrícia Reis



///

Paulo Sérgio BEJu



///

Pedro Vieira



///

Rui Nepomuceno



///

Valter Hugo Mãe



///

Yang Lian



///
Sex, 18/Mar/11
Sex, 18/Mar/11

 

PATRÍCIA PORTELA nasceu em 1974. Trabalha desde 1994 em teatro, dança e cinema, vivendo entre Paço d’Arcos e Antuérpia. É bacharel em Realização Plástica do Espectáculo da ESTC, em Lisboa, Master of Arts in Scenography na Faculty of Theatre the Utrecht e Central St. Martins College of Art, European Film College, na Dinamarca. Escreveu e coordenou várias performances, como Robinson Crusoé, texto encomendado pelo Teatro Nacional D. Maria II, encenado por Álvaro Rosendo, e A Colecção Privada de Acácio Nobre, ambas em cena em 2010. Entre as obras publicadas, estão Operação Cardume Rosa (Fenda, 1998), Se Não Bigo Não Digo (Fenda, 1999), Odília ou a História Confusa do Cérebro de Patrícia Portela (Editorial Caminho, 2007) e Para Cima e Não para Norte (Editorial Caminho, 2008). O conto «O Jogo» foi incluído na colectânea Fora de Jogo, editada pela Caminho das Palavras, em 2010, e «Babbot» integra a colectânea O Prazer da Leitura, vol. 3, da Teorema/Fnac.

 

Participará na Mesa 1 — Os escritores que fogem da fama // 02.04, às 10.30, juntamente com José Mário Silva, Rui Zink e Rui Faria Nepomuceno.

 



por festivalliterariodamadeira às 00:31 | comentar | partilhar

O Festival nas redes sociais
Twitter FLM
Facebook FLM
Programa
Conferência inaugural: Agustina Bessa-Luís

Espetáculo Ser Ser Poeta não É Uma Invenção Minha

Noite do Desassossego

*MESAS*


Mesa 1
«Éramos felizes e não sabíamos»

Mesa 2
«Éramos poors e não sabíamos»

Mesa 3
«Éramos violentos e não sabíamos»

Mesa 4
«Éramos piegas e não sabíamos»

Mesa 5
«Éramos originais e não sabíamos»

*VISITAS ÀS ESCOLAS*

Ver aqui.

Parceiros



Media Partners


Apoios