Autores
Afonso Cruz



///

Ana Margarida Falcão



///

Barry Wallenstein



///

Eduardo Pitta



///

Fernando Pinto do Amaral



///

Francesco Benozzo



///

Francisco José Viegas



///

Graça Alves



///

Inês Pedrosa



///

Jaime Rocha



///

João Carlos Abreu



///

Joel Neto



///

José Manuel Fajardo



///

José Mário Silva



///

Júlio Magalhães



///

Karla Suárez



///

Manuela Ribeiro



///

Patrícia Reis



///

Paulo Sérgio BEJu



///

Pedro Vieira



///

Rui Nepomuceno



///

Valter Hugo Mãe



///

Yang Lian



///
Moderadores
Ana Isabel Moniz



///

Castanheira da Costa



///

Diana Pimentel



///

Donatella Bisutti



///

Francisco Fernandes

Participações Especiais
Giorgio Longo



///

José Viale Moutinho



///

Manuele Masini



///

Massimo Cavalli

Seg, 12/Mar/12
Seg, 12/Mar/12

 

José Viale Moutinho foi diretor da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia e autor de numerosos estudos e antologias no campo da literatura popular, entre os quais: Contos Populares Portugueses, Portugal Lendário, Terra e Canto de Todos: Vida e Trabalho no Cancioneiro Popular Português, Adivinhas Populares Portuguesas, O Teatro Popular de Paredes, Inéditos de Trindade Coelho com Interesse Etnográfico, Lendas do Arquipélago da Madeira. É ainda autor de numerosas coletâneas de textos populares para as crianças, destacando-se: O Grande Livro das Adivinhas, O Grande Livro das Lengalengas, A Sopa de Pedra, Os Dois Fradinhos, bem como a série Tradições Populares Portuguesas. Como ficcionista, recebeu o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco pelo livro Cenas da Vida de Um Minotauro; como poeta, o prémio Edmundo Bettencourt pelo livro Ocasos de Iluminação Variável; e, como ensaísta, a Menção Honrosa do prémio do Grémio Literário pelo álbum Camilo Castelo Branco: Memórias Fotobiográficas. Grande parte da sua obra está publicada no Brasil, na Rússia, na Hungria, na Alemanha, na Itália, em Espanha (em castelhano, galego e catalão), na Eslovénia e na Rússia.

 

Apresentará a obra A arte de pagar as suas dívidas e de satisfazer os seus credores sem gastar um cêntimo, de Honoré de Balzac, 17.03, às 17.00.


Etiquetas:

por festivalliterariodamadeira às 18:00 | comentar | partilhar

Os Canais do FLM
Facebook FLM
Fotos SAPO FLM
Twitter FLM
YouTube FLM
Programa
*15 DE MARÇO*


Conferência inaugural: Agustina Bessa-Luís

Visitas a Escolas

*16 DE MARÇO*


Visitas a Escolas

Mesa 1
«Éramos felizes e não sabíamos»


Espetáculo Ser Ser Poeta não É Uma Invenção Minha

*17 DE MARÇO*


Mesa 2
«Éramos poors e não sabíamos»


Mesa 3
«Éramos violentos e não sabíamos»


Mesa 4
«Éramos piegas e não sabíamos»


Lançamento Nova Delphi

Mesa 5
«Éramos originais e não sabíamos»


Noite do Desassossego

VALIDAÇÃO NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO DOCENTE (DRE)
FLM contribui para a formação de docentes.
Parceiros



Media Partners
Apoios